eONE-FORTY

Uma nova forma de desfrutar do e-MTB

DIVERSÃO APENAS NAS DESCIDAS É ALGO DO PASSADO

trailFlowElevated

A MERIDA é conhecida pela inovação, pela qualidade e pelas excelentes prestações em todas as suas bicicletas e certamente são três atributos que descrevem a nossa nova eBike.

Com a eONE-FORTY adicionamos uma nova plataforma à nossa família de bicicletas elétricas. Com uma geometria menos agressiva e 140 mm de curso, a bicicleta está menos orientada para as descidas, favorecendo um conceito mais polivalente. O ângulo da direção mais vertical e a posição mais baixa fazem da eONE-FORTY uma excelente trepadora, sem perder as qualidades quando tem de enfrentar descidas técnicas.

A eONE-FORTY parte da ideia de conseguir uma bicicleta divertida e fácil de manejar. Rápida e precisa nos trilhos e singletracks, sempre com a vantagem de contar com a potência do motor Shimano.

Cada vez é mais frequente que as BTT com mais curso sejam usadas em todo o tipo de percursos. Converteram-se na gama “SUV” do BTT pela polivalência que oferecem. As novas geometrias, tecnologias e componentes permitiram que as bicicletas que antes eram pouco práticas, pesadas ou incómodas, hoje passem a ser vistas apenas como debilidades. Além disso, o curso extra da suspensão e os pneus mais grossos proporcionam mais conforto e mais tração, algo que cada vez mais utilizadores aprenderam a valorizar muito mais do que as típicas bicicletas com um uso muito específico. A eONE-FORTY encaixa na perfeição nesta denominação de bicicleta “SUV”.

A geometria, o curso da suspensão e as especificações dos distintos modelos da eONE-FORTY fazem com que seja uma excelente bicicleta para voltas curtas e técnicas ou longas e fisicamente exigentes.

Descobre toda a gama eONE-FORTY!

Características, montagens e preços.

CCEMBCPE400GPE400SPE40320EONEFORTY9000

eONE-FORTY 9000

CCEMBCPE400GPE400SPE40320EONEFORTY8000

eONE-FORTY 8000

CCEMBCPE400GPE400SPE40320EONEFORTY5000

eONE-FORTY 5000

Os materiais que utilizámos

A rigidez da eONE-FORTY foi um aspeto crucial no seu design, em particular no triângulo dianteiro, devido ao grande orifício que é necessário para a integração da bateria. Este orifício implica debilitar o quadro e é uma desvantagem estrutural quando é necessário fabricar o quadro. Com o carbono conseguimos manter a rigidez que queríamos, ao mesmo tempo que conseguimos reduzir o peso face a um quadro de alumínio. Além dos aspetos estruturais, o carbono é perfeito quando se procura utilizar formas elaboradas e distintas já que é muito mais fácil de trabalhar do que o metal.

No basculante optámos por manter o alumínio. A durabilidade e a rigidez são excelentes e o alumínio confere uma segurança extra numa zona crítica já que é ela que suporta todo o stress do amortecedor e está mais exposto a receber os impactos e danos das quedas. O basculante é o mesmo que utiliza toda a gama eONE-SIXTY e é dos mais fiáveis e rígidos que fabricámos na MERIDA.

Thermo gate ou como dissipar o calor

O carbono não é um bom condutor do calor e para evitar que a bateria se sobreaqueça desenvolvemos o nosso Thermo gate. Tal como uma chaminé, permite que o ar quente suba e saia do interior do tubo. O normal é que o calor gerado pela bateria não seja um problema, mas pode ver-se agravado se deixarmos a bicicleta ao sol durante um período longo. No caso de isto acontecer, o nosso sistema Thermo gate garante que esse excesso de calor pode sair, mantendo a temperatura da bateria sempre num limite ótimo para o seu perfeito funcionamento.

Integração do interruptor

O novo sistema InTube requer uma forma prática e simples de poder ligar e desligar o sistema, já que não existe a possibilidade de aceder de forma direta à bateria. Para tal os nossos engenheiros e designers procuraram a melhor forma de combinar a melhor usabilidade com um design vanguardista.

Do ponto de vista prático, o mais fácil é ter um interruptor numa zona de fácil acesso na qual podemos ver, quase sem levantar a vista, se a bicicleta está ligada. Além disso, não queríamos que o interruptor necessitasse de mais comprimento de cabo do que o imprescindível. Posicionámo-lo justamente atrás da direção, para o melhor compromisso. Acessível, fácil de ver e muito próximo da bateria, pelo que a instalação do sistema elétrico fica simplificada.

Cablagem interna

No design da eONE-FORTY aproveitámos a zona oca do quadro para poder aceder de uma forma simples e prática à cablagem interna, simplificando a manutenção. Com apenas uma peça conseguimos organizar todas as bichas e cabos de tal forma que podem ficar fixos sem fazer ruído no interior, nem ser obstáculos aos elementos da bateria.

Nova bateria Shimano InTube

A nova bateria Shimano InTube é o coração da eONE-FORTY. Foi com esta bateria em mente que se desenhou o quadro e a geometria da nossa nova bicicleta de e-enduro. A capacidade mantém-se em 504wh e embora já existam baterias com mais capacidade, a bateria da Shimano confere vantagens muito significativas para as prestações da bicicleta. É mais leve, carrega-se em 5 horas e permite que o centro de gravidade seja mais baixo, melhorando a rigidez da bicicleta, já que requer um espaço mais pequeno.

Além disso, o design da bateria conta com uma carcaça de alumínio, o que ajuda a dissipar mais o calor e melhorar as prestações e a autonomia da bateria. Depois de 1.000 ciclos de uso a bateria conserva 60% da sua capacidade.

Outro problema resolvido pela Shimano com a nova bateria InTube é a fixação no quadro. Com um sistema de dupla fixação a bateria fica perfeitamente segura, evitando que haja problemas de conexão com os pontos de contato.

M.O.R.E. PERFORMANCE

Proteção e silêncio

As bicicletas de hoje em dia têm de ser silenciosas, é uma qualidade que diferencia as melhores das restantes. Para tal investimos muitas horas com o objetivo de desenhar a melhor cobertura de bateria, não só para cumprir a sua função estrutural, mas também para que se converta numa peça fundamental da bicicleta. A tampa da bateria na eONE-FORTY está composta por duas capas. Uma externa fabricada em borracha para reduzir o ruído e proteger contra as pedras e objetos que se projetam contra o quadro, e a interna, que confere a resistência e o design estrutural para que o conjunto da bicicleta conte com as melhores prestações em termos de rigidez.

Uma forma de não ficares apeado

A eONE-FORTY estreia o novo sistema da MERIDA para transportar uma multi-ferramenta sem a necessidade de levar uma mochila. Acoplada debaixo do selim, esta solução é simples e prática. Tem sempre à mão a ferramenta que te pode retirar de um apuro em qualquer sítio.

Proteção do quadro

Para maximizar a rigidez do quadro optámos por desenhar o tubo diagonal totalmente reto, sem curvas na zona dianteira. Isto obriga-nos a proteger o tubo face a possíveis impactos da suspensão. Apesar de termos recorrido ao nosso sistema “Internal block” não nos deu muito trabalho aumentar mais a proteção do quadro. Com os protetores instalados na zona da direção a proteção do quadro é total.

Internal Block

Para evitar que a suspensão possa danificar o quadro recorremos à nossa tecnologia “internal block”, que já utilizámos em anteriores plataformas como a NINETY-SIX, mas com modificações para melhorar o seu funcionamento. Agora o bloqueio da suspensão não está integrado na direção, mas sim está fabricado diretamente no quadro, aumentando a sua resistência de forma exponencial. Tal como no sistema original, é necessário montar um protetor no tubo da suspensão que detém a rotação da suspensão evitando que chegue a tocar no quadro.

M.O.R.E. FUN

Porta de carregamento

Outra consideração a ter em conta com as baterias integradas é o acesso à porta de carregamento e à facilidade para poder carregar a bateria no dia a dia. No design da eONE-FORTY não deixámos nada ao acaso. Dedicámos muitas horas a cobrir todos os detalhes, por mais pequenos que fossem, para alcançar a melhor bicicleta. Graças ao design do amortecedor, na vertical, podemos usar a zona inferior do quadro para integrar a porta de carregamento de uma forma limpa.

O acesso à porta é extremamente simples já que não há outros elementos que atrapalhem a conexão.

Garantia de qualidade

Onde estiver a montanha da MERIDA, haverá um selo de qualidade e de garantia. Como fabricante controlamos todos os passos na criação de uma bicicleta. Desde o design, que começa num esboço em branco, passando pelos protótipos em 3D, até aos testes de stress dos quadros e à produção final. Graças a isto, não dependemos de terceiros. Os nossos engenheiros e designers trabalham em consonância para que cada MERIDA seja uma bicicleta perfeita.

Protetor de escora super silencioso

Para manter a bicicleta o mais silenciosa possível, enquanto protegemos a pintura dos danos estéticos e o material dos danos estruturais, desenhámos um novo protetor de escora inspirado no dorso de um dragão. As secções de altura variável absorvem os impactos de uma forma mais eficiente e ao contar com mais material reduzem o ruído da corrente até torná-lo quase impercetível.

Cockpit Merida

A eONE-FORTY vem equipada com um cockpit integral da MERIDA. Integra um avanço super curto com um guiador largo e com um diâmetro de 35 mm para se adequar aos novos standards geométricos e proporcionar a máxima rigidez e precisão na direção. Os cabos do sistema elétrico são guiados internamente para dar um aspeto mais limpo e elegante à bicicleta.

Os componentes estão testados e aprovados para um peso total de 140 kg.

M.O.R.E. TRAIL

Manípulos Shimano

O novo manípulo SW-7000 da Shimano é simples, compacto e permite combinar com os restantes elementos do guiador sem grandes complicações. Em conjunto com o manípulo SL-MT800 para o espigão telescópico, a instalação de todos os comandos fica muito recolhida e perfeitamente acessível.

Podes aceder a todos os manípulos sem ter a necessidade de mover a posição das mãos, e isso quer dizer que a montagem é perfeita. O comando do espigão telescópico é compatível com os novos manípulos Shimano de 12 velocidades.

Espigão telescópico

O espigão telescópico é um componente que já não causa dúvidas no mundo do BTT, muito menos no enduro. A eONE-FORTY monta de série o nosso espigão telescópico EXPERT TR. Durante anos o nosso espigão demonstrou uma fiabilidade excelente. Para a eONE-FORTY existem versões de 150 mm de curso e de 170 mm para os tamanhos maiores.

O espigão foi testado e tem garantia para um peso total de até 140 kg.

Eixo Merida com chave Allen integrada

O eixo traseiro esconde uma chave Allen no interior, com a qual poderás montar e desmontar as duas rodas. O design da nova alavanca integra uma chave de 6 mm e outra de 4 mm, as duas medidas que mais poderás recorrer em plena volta de bicicleta. Enquanto a chave de 6 mm serve para os eixos das rodas, a de 4 mm serve para o guiador, o avanço, o aperto do selim e para a bateria. Além disso, também pode ser utilizada para carregar o botão de “ativar a bateria”, procedimento que é necessário quando a bateria entra em modo de repouso ou não foi utilizada durante pelo menos seis meses.

29er e 27,5″

A eONE-SIXTY está otimizada para montar uma roda dianteira de 29” já que melhora a passagem por obstáculos e permite que a bicicleta mantenha melhor a velocidade, inclusive nas descidas mais degradadas. O ângulo de direção está mais lançado para proporcionar mais estabilidade e uma melhor absorção a grandes velocidades, enquanto o tubo de selim fica mais vertical para aproveitar melhor a energia ao pedalar.

Ao otimizar o quadro para cranques de 165 mm de comprimento, o pedaleiro está mais baixo, o que nos permitiu baixar o centro de gravidade. Junto com as escoras de 439,5 mm, a condução da nova eONE-SIXTY melhora face à sua antecessora, mantendo a mesma agilidade e diversão, mas com um caráter mais agressivo e focado em retirar todo o potencial da bicicleta nas descidas.

M.O.R.E. INNOVATION

Máxima integração

No guarda-lamas traseiro aproveitámos o design da ponte que une as escoras para o usar como suporte. Tal como o guarda-lamas dianteiro, a integração é excelente e o seu design minimalista faz com que o componente cumpra a sua função sem denegrir a estética geral da bicicleta. Conta também com o orifício na zona central para evitar que a lama se acumule.

Compatível com porta-bidão

A eONE-FORTY tem um design que permite montar um porta-bidão, para todos aqueles que optam por andar sem mochila. Os pontos de fixação ao quadro podem ser ajustados em função do tipo de amortecedor que montemos. Se usamos um amortecedor com uma câmara secundária, o porta-bidão deve estar montado na posição mais elevada para garantir que não interfere com o amortecedor. Se, pelo contrário, usamos um amortecedor sem câmara secundária podemos usar a fixação inferior, o que também permite usar um bidão de maior capacidade.

750ml de capacidade

O design do quadro da eONE-FORTY permite levar bidões de 750 ml, conferindo uma boa reserva de água, sobretudo para os dias mais quentes ou para aqueles que optam por andar sem mochila. Em caso de usar um amortecedor sem câmara secundária podes montar o porta-bidão na posição mais baixa, o que te permite levar bidões de até 1 litro de capacidade.

vista 360 grados

O DESIG POR TRÁS DA BICICLETA

A dinâmica e o design inspiraram o projeto da eONE-FORTY desde o início. À primeira vista traça uma linha totalmente reta desde a ponta do desviador traseiro até à placa do Thermo gate, a peça de alumínio que foi integrada no quadro de carbono, onde se destacam as ranhuras que conferem textura e relevo.

No tubo superior foi perfeitamente integrado o interruptor para permitir ao utilizador ativar o sistema com total facilidade. Isto motiva a carregar no botão sem esperar um segundo a mais para que comece a diversão.

O suporte do motor envolve a unidade de potência sem ocupar um milímetro a mais do que o estritamente necessário, deixando que a fixação do amortecedor flutue na parte superior.

A zona de carregamento da bateria ocupa o seu espaço de forma natural e bem protegida, conservando a limpeza original dos traços do quadro.

eONE-FORTY-concept
eONE-FORTY-concept3
eONE-FORTY-concept7
eONE-FORTY-concept5

Geometria

Comparada com a eONE-SIXTY, a eONE-FORTY muda a geometria o suficiente para que as sensações em cima das bicicletas sejam notavelmente diferentes. O tubo de selim na eONE-FORTY fica numa posição mais vertical e a direção está menos lançada e mais baixa. Estas mudanças fazem com que a eONE-FORTY coloque mais peso na roda dianteira, melhorando as prestações em subidas.

Tanto a eONE-SIXTY como a eONE-FORTY partilham o mesmo quadro, mas cada uma conserva uma personalidade própria. A diferença mais significativa entre as duas bicicletas é o curso da suspensão. 133 mm na traseira e 140 mm na suspensão, face aos 150 mm na traseira e 160 na suspensão da eONE-SIXTY.

Outra diferença é a distância desde o ponto de vista mais alto da bicicleta ao solo (stand over height). Na eONE-FORTY é menor, a bicicleta é mais baixa, o que deixa mais espaço livre entre o ciclista e a bicicleta na hora de se mover em cima dela, melhorando a confiança na condução.

Com um peso total inferior à eONE-SIXTY, principalmente pela seleção de componentes, menos orientados para as descidas e mais pensados numa utilização polivalente, a eONE-FORTY é mais fácil de mover, especialmente nos trilhos com muitas curvas entrelaçadas, algo que nos fará desfrutar ainda mais de cada volta.

eONE-FORTYvseONE-SIXTYgeo
eONE-FORTY
eONE-SIXTY
FS (Frame Size)XSSMLXL
ST (Seat Tube)405420440470500
TT (Top Tube)563584605628652
HT (Head Tube)110115120135150
HTA (Head Tube Angle)65.565.565.565.565.5
STA (Seat Tube Angle)75.575.575.575.575.5
CS (Chain Stay)439.5439.5439.5439.5439.5
BD (Bottom Bracket Drop)17.517.517.517.517.5
FO (Fork Lenght)571571571571571
S (Stack)629633638651665
R (Reach)400420440460480
WB (Wheelbase)11681190121212381265

OUTLET

Encontra os produtos Merida com o melhor preço

Quero Subscrever

SEGUE-NOS NAS REDES SOCIAIS

e mantém-te informado de todas as novidades das nossas eBikes

Instagram Merida Bikes
facebook Merida Bikes
YouTube Merida Bikes
LinkedIn Merida Bikes

Send this to a friend

preloader